NEWS THÁ
Receba a nossa newsletter.
Blog da Th
Especial Reserva Camboriú
Especial 7th

Crianças

Acessórios para segurança infantil

Pulseirinha de localização, GPS e coleirinhas. Você aprova o uso desses acessórios?

Imagina essa situação. Você passeando com seu filho em um shopping movimentado. De repente, você se distrai por um segundo e a criança não está mais ao seu lado. O desespero toma conta de você. Culpa, medo, um aperto no coração.

Só quem já passou por isso sabe a angústia que um pai e uma mãe podem sentir quando a segurança de um filho está em jogo.

Diante dessa situação, muitos pais estão recorrendo a soluções para evitar esse estresse. Soluções que podem ser simples e baratas como o uso de “coleirinhas” ou radicais e caras como um chip que pode ser implantado na pele da criança com um micro GPS. Qualquer que seja a solução adotada pelos pais, uma coisa é certa: a escolha gera polêmica.

Muito utilizada nos Estados Unidos, Europa e Japão, a mochila guia é um bichinho de pelúcia que os pais colocam nas costas da criança para poderem segurá-la pelo “rabo” do bichinho. A mochila é uma evolução mais infantil e simpática das coleiras de pulso ou coletes que também  já foram muito usadas no hemisfério norte.

No Brasil, a mochila guia já é comercializada há 2 anos, mas ainda é uma novidade para muitos pais. Valdinéia de Oliveira, que trabalha há 14 anos em uma grande rede de lojas de artigos infantis de Curitiba, notou que a postura do cliente com relação a esses modelos de acessórios de segurança mudou nos últimos anos. “Hoje em dia a aceitação é maior e os produtos vendem bem, especialmente em época de férias”, afirma a vendedora.

O uso desse acessório em crianças tem dividido opiniões de pais e especialistas. A designer Fabíola Cebrian é adepta do colete com coleirinha desde que seu filho de 1 ano e 2 meses começou a andar e aprova o acessório. “Eu uso a ‘coleirinha’ em locais de muito movimento como shoppings e feiras. Agora que o Henrique começou a andar, muitas vezes ele não quer ficar no carrinho e nem no colo. Com a coleirinha ele pode caminhar um pouco, sem o risco de perder-se.” conta. Para Fabíola o acessório dá liberdade de movimento para a criança e também para a mãe, além de segurança.

Já a designer Tamisa de Mantova, mãe de Bruna de 6 anos, não se imagina usando a coleirinha. Mas entende que em alguns casos o uso significa segurança.
“Cada criança responde de uma forma. Tem crianças que fogem da mãe em pleno shopping. Nestes casos acho que pode ser uma boa. E atualmente as ‘coleirinhas’ estão bem mais bonitinhas com mochilinhas de bichinhos. Mesmo assim não usaria.”Tamisa de Mantova

Para quem acha essas soluções muito radicais, existem outras opções mais simples como a identificação do seu filho. Confira essas dicas práticas:

- Faça um cartãozinho com os dados do seu filho, com nome e sobrenome, tipo sanguíneo, se tem alergia a algum medicamento e os telefones celulares dos pais.

- Em viagens, parques ou na praia, plastifique o cartão com dados importantes do seu filho para dar mais durabilidade e prenda numa correntinha que não seja fácil de arrancar.

- Utilize um bracelete de identificação ou uma pulseirinha com uma microcaixa dentro com um pedaço de papel com informações importantes e telefones.

O uso de itens de segurança como pulseiras localizadoras, GPS e mochilas guia ainda vai ser tema de muitos debates, mas o mais importante ainda é a atenção dos pais em relação aos seus filhos. Disciplina e uma boa conversa com as crianças para que elas memorizem o telefone de casa, os nomes completos dos pais e o endereço, obedeçam às regras e permaneçam sempre por perto. A criança se sente amada quando ganha atenção e precisa respeitar os limites impostos pelos pais.

Você concorda com o uso desses acessórios de segurança infantil? Comente!

Voltar
Compartilhe: Twitter Facebook
  Publicado em: 10/05/2011
Envie para um amigo Imprimir
Veja também os assuntos relacionados
3 comentários
Espaço Thá 15 de fevereiro de 2013 às 08:55
Olá Adriana, Agradecemos o seu contato, mas nosso site é uma revista informativa e não é especializada no assunto. A nossa sugestão é que você busque em lojas especializadas em artigos infantis. Abs, Espaço Thá
Adriana 12 de fevereiro de 2013 às 03:29
Acho legal e prático. Gostaria de saber onde vende essa pulseirinha aqui no Rio? Pular carnaval com a criançada sem preocupação...quem não quer? Desde já, agradeço a resposta.
tatiana silva 10 de junho de 2012 às 13:52
Todos os meios para proteger uma criança são bem vindos, seja coleirinha, seja pulseira, gps.... esses itens tem que ser aprimorados e divulgados, pois perder um filho por tabu ao uso de algum destes idispositivos é muito triste. Apoio todos, pois amo meus filhos e um minuto de distração é muito para nunca mais ver seu ente querido. Quem ama protege de todas as formas sim e sempre.
Deixe um comentário
Nome:* E-mail:* (não será publicado)
Site:
Comente:
* Campos obrigatórios
LANÇAMENTOS
 
Redirect - Digital Marketing